Política do Brasil

santos6-rashid

A política do Brasil, ao contrário do que por vezes se pensa, não é tão diferente do que geralmente acontece em outros países. Para compreender inteiramente o fenômeno, é importante conhecer os básicos da organização política do Brasil e um pouco de sua história recente.

Estado Federal

O Brasil é um estado federal, composto por 26 estados com um considerável grau de autonomia e ainda pelo Distrito Federal, operando como uma democracia representativa, na forma de república presidencialista. Em Brasília se encontram os três ramos do poder federal:

  • o poder executivo, exercido pelo Presidente;
  • o poder legislativo, exercido pelo Congresso Nacional (dividido entre o Senado e a Câmara dos Deputados)
  • o poder judiciário, exercido pelos tribunais.

Ao nível estadual, o poder executivo está atribuído ao governador, enquanto o prefeito está encarregue ao nível do município. Todos os cargos executivos se submetem a eleições a cada quatro anos, por voto direto.

Evolução da democracia brasileira

Depois do governo dos militares implantado em 1964, o Brasil voltou a permitir a organização de partidos políticos em 1980; desde então, diversos partidos têm integrado várias coalizões de governo. Todavia, no longo prazo, o eleitorado brasileiro tem vindo a reproduzir as escolhas que se verificam na maior parte das democracias do Ocidente, entre dois partidos situados no centro do espectro político. O Partido dos Trabalhadores (PT) chegou ao poder em 2002, através de Lula da Silva, abrandando suas exigências radicais de esquerda e adotando um discurso mais virado para os investidores financeiros, a nível interno e externo. Hoje, e apesar do radicalismo do discurso, o PT ocupa o lugar do partido de centro-esquerda (semelhante ao Socialista de França ou o Labour no Reino Unido) enquanto o PSDB representa o centro-direita. As forças conservadoras e largos setores religiosos se alinham no PSDB como a melhor alternativa a Dilma Rousseff e à esquerda.